Viajamos para a Itália de navio! – Parte 1

Viajamos para a Itália de navio! – Parte 1

8 de outubro de 2018 0 Por metacidadania

Olá! Tudo bem com vocês?

Esta minha primeira postagem será de como viemos aqui para a Itália. Foi uma aventura: uma viagem de navio, assim como a que nossos antenatos fizeram quando emigraram para o Brasil. Só que dessa vez éramos nós que estávamos indo para o velho continente. Fizemos um cruzeiro com a MSC Música, um dos maiores da frota. E não poderíamos ter feito melhor escolha para mudar nossa vida. Foi uma viagem inesquecível. Tenho certeza que vocês vão gostar também se fizerem um dia.

Tudo era novo, tudo grandioso e misterioso. Navio enorme, com grandes corredores, elevadores em todos os lugares (nas pontas e vários no meio do navio) para levar os passageiros aos dormitórios, restaurantes, teatros, piscinas, lounges e spás. Embarcamos dia 5 de Março em Santos. E foi o começo de nossa mudança.

No navio existem locais e divertimento suficiente para você se sentir cansado e entretido durante todo o cruzeiro. E olha que foram 20 dias navegando e conhecendo lugares lindos nas paradas. Passamos por vários países. Conhecemos pessoas de toda a Europa. Fizemos amigos que ficarão para sempre conosco. A ficha realmente caiu que estávamos saindo do Brasil, quando o navio partiu de Salvador e, olhando o horizonte, senti aquele friozinho na barriga pelo desconhecido, pela enormidade do mar a desbravar e pelas aventuras que com certeza iríamos passar.

Restaurante típico da Ilha da Madeira

Começamos a viagem e fomos nos acostumando com nosso dia no navio, com o jornal recebido e que continha todas as atrações: teatros, shows, concursos e tudo para entreter os passageiros durante a navegação pelo Atlântico até chegarmos no primeiro destino: Santa Cruz de Tenerife – Ilhas Canárias. Um paraíso fiscal, onde todos os produtos não são taxados. Se forem fazer compras em algum lugar, comprem aqui. Os preços valem a pena mesmo! Não precisa dizer que fiz a festa, né!

Dia 16 Março, estávamos na Ilha da Madeira. Uma delicia de lugar com seu teleférico, o Museu do Cristiano Ronaldo – sim, para quem não sabe, ele era de lá e construiu um Museu, onde tem sua escola de futebol. Além do bordado da Ilha da madeira, não deixe de comer o bacalhau, que é referencia mundial da gastronomia local. Dia 18 de Março chegamos em Málaga, na Espanha, com suas construções do tempo do Império Romano, jardins e a beira mar mais bonita que vimos.

Oliveira de 1000 anos de Maiorca

Dia 19 descemos em Palma de Maiorca. É uma cidade grande, com jardins incríveis e que tem uma oliveira com mais de 1000 anos. Entre uma parada e outra, íamos aos shows antes do jantar, oferecidos no MSC e também a apresentação da cidade onde pararíamos no dia seguinte. A explicação era feita por uma geógrafa, que nos orientava sobre um pouco da história da cidade, sua fundação, guerras e localização geográfica. Mostrava alguns pontos turísticos que não poderíamos deixar de ver. Muito importante que você veja essas exposições para saber onde ir quando descer do navio.

Como você pode ver, tem muita história para contar sobre essa aventura. Por isso, vou deixar os próximos capítulos para o meu segundo post, ok? Nele vou falar sobre as nossas paradas em Sérvia e Montenegro, Croácia e Palermo. Não percam! Deixem seus comentários, perguntas e sugestões! Arrivederci e ci vediamo a dopo!

 

Escrito por

Ciao! Me chamo Inara e vivo na Itália, cidade de Como, região da Lombardia. Fiz o curso de Busca de Documentos do Fábio Barbiero (Minha Saga) e estou aqui para ajudar você a realizar o seu sonho da cidadania italiana. Conte com meu empenho, dedicação e juntos vamos alcançar essa meta!